Passarela que foi derrubada por caminhão será recolocada na avenida Almirante Barroso, em Belém

Serviço vai acontecer na madrugada de terça (26) para quarta-feira (27). Trecho da avenida com a avenida Júlio César e a travessa Tavares Bastos terá bloqueio completo nos dois sentidos.

Por G1 PA — Belém

A Prefeitura de Belém realiza a partir de terça-feira (26) a instalação da passarela de pedestres da avenida Almirante Barroso que foi destruída por um caminhão que conduzia um trator. O acesso a passarela será liberado em 15 dias, após a finalização de os serviços adicionais, como pintura, cobertura e fiação elétrica.

Passarela desaba na Almirante Barroso e deixa ao menos um ferido — Foto: Reprodução/Tv Liberal

No dia 6 de setembro deste ano, uma carreta que transportava um trator de esteira pela avenida Almirante Barroso bateu em uma das pilastras da passarela e provocou a queda da estrutura. Dois homens ficaram feridos e foram socorridos. Um deles foi atingido na cabeça e levado para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua. A segunda vítima foi levada por veículo próprio. Ninguém morreu.

Engenheiros da Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb) acompanharão a operação realizada pela empresa responsável pela queda da estrutura. Ela levou cerca de 60 dias em todo o serviço. O reparo e o reposicionamento foram arcados pela empresa que provocou o acidente.

Para que a instalação da passarela ocorra, o tráfego no trecho da Almirante Barroso, entre a travessa Tavares Bastos e a avenida Julio César, será interrompido, nos dois sentidos das pistas, a partir das 23h de terça-feira até às 6h da quarta-feira (27).

Para circular pelas intermediações do trecho interditado, o condutor ou pedestre precisará pegar os desvios alternativos, como acessar as avenidas João Paulo II e Pedro Álvares Cabral. Moradores e quem precisar do atendimento de hospitais na área, também devem estar atentos e pedir auxílio aos agentes da Secretaria Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob), que estarão no local.