15 de setembro de 2016

Pr. Honório Pinto

1 Coríntios 6:1-20

Havia ainda outra desordem em Corinto. Alguns irmãos chegaram a ponto de levar suas diferenças diante dos tribunais deste mundo. Realmente um triste testemunho! O apóstolo censura tanto ao que cometeu a injustiça como ao que não a suportou. Em seguida, cita os vícios característicos dos pagãos e declara solenemente que não é possível ser salvo e continuar vivendo na prática do pecado.

“Tais fostes alguns de vós. Mas vejam o que Deus fez agora: Ele vos lavou, santificou e justificou!” Será que Deus fez isso para que mais uma vez vocês se sujassem com a podridão deste mundo?

À exceção do pecado, nada me é proibido… porém, se eu me descuidar, qualquer coisa pode dominar-me (v. 12). “O mal não está nas coisas em si mesmas, mas no amor pelas coisas que estão em meu coração”, alguém escreveu.

Os versículos 13 a 20 tratam da pureza. Que estes versículos sejam gravados especialmente no coração do jovem cristão, pois ele está mais exposto às tentações da carne. O nosso próprio corpo já não nos pertence mais. Deus o comprou – e não esqueçamos o preço que Ele pagou! – com o propósito de nos tornar, para Cristo, um membro de Seu corpo (v. 15) e, para o Espírito Santo, um templo que deve ser santo como o é seu divino Hóspede (v. 19).
Extraído do Guia Devocional do Novo Testamento.

Scroll Up